Quatro anos do fundo Zarathustra

Publicado por

“We shall not cease from exploration, and the end of all our exploring will be to arrive where we started and know the place for the first time.” (T. S. Eliot)

No dia 4 de março o Fundo Visia Zarathustra completou quatro anos de existência. Nesses quatro anos o fundo atingiu 121,5% de retorno líquido, ou 254,9% do CDI no período. com um índice sharpe de 0,87, índice sortino de 1,42 e Ômega de 1.02 (tabela 1). Vale observar que esses índices batem os de outros mercados como dólar, bolsa e renda-fixa e ficam bem acima dos índices de fundos multimercados como IHFA e IFMM-A.

Tabela 1: índices de desempenho selecionados, Visia Zarathustra FIM
pic1mar
IMA-B: índice de títulos indexados à inflação; IRFM índice de títulos de renda-fixa; IHFA: índice de fundos multimercado da Anbima; IFMM-A: índice de fundos multimercado abertos do BTG.

Destacamos algumas características observadas ao longo desse período de quatro anos:

a) Consistência de retornos: o retorno acumulado de 252 dias úteis ficou acima do CDI durante 96% do período e acima de 200% do CDI durante 50% do período. Quando testamos nossos modelos, um dos critérios avaliados é o índice sharpe. Um sharpe alto geralmente se traduz em retornos elevados mas não necessariamente consistentes no tempo (um modelo pode apresentar longos períodos de baixo retorno intercalados a curtos períodos de alto retorno, resultando em alto sharpe e baixa consistência) Através da diversificação de modelos buscamos uma carteira que seja, simultanemante, rentável e consistente.

b) Volatilidade: partimos do princípio – óbvio mas às vezes esquecido – de que o mandato do gestor de fundo multimercado é gerar retornos excedentes positivos. Por definição, isso só é possível tomando-se posições em ativos de risco. Volatilidade não é, evidentemente, um objetivo em si mesmo mas é uma medida de exposição a risco. Um fundo com baixa volatilidade pode estar sub-exposto (caso em que o gesor não está fazendo seu papel), ou exposto a riscos que se manifestem infrequentemente, como crédito. A meta do Zarathustra FI é uma volatilidade anualizada de 15% operando ativos líquidos. Nesses quatro anos a volatilidade foi de 13,4%, sendo que a volatilidade de 252 dias ficou entre 13% e 17% durante 75% do período.

c) Baixa correlação dos retornos com benchmarks: As correlações dão uma medida do quanto do resultado pode ser, de fato, atribuído à gestão – versus meramente a flutuações aleatórias de mercado. A correlação entre os retornos do fundo e benchmarks foi relativamente baixa:

Tabela 2: correlações Visia Zarathustra FIM e índices de mercado
pic3mar
IMA-B: índice de títulos indexados à inflação; IRFM índice de títulos de renda-fixa; IHFA: índice de fundos multimercado da Anbima; IFMM-A: índice de fundos multimercado abertos do BTG.

A maior correlação (em módulo) foi com o IRFM, índice de títulos de renda-fixa. Essa correlação provavelmente esteja sobre-estimada simplesmente porque foi calculada num período em que a cota do Zarathustra se valorizou consistentemente e os títulos de renda-fixa, em geral, sofreram fortes quedas (sem que um movimento tivesse relação causal com a outro).

Outra forma de medir a eficácia da gestão é analisando-se os coeficientes de regressão dos retornos excedentes contra os benchmarks. Os coeficiente são os chamados ‘beta’ e representam a parcela do resultado explicada pelo respectivo benchmark. O que sobra, o intercepto da regressão chamado alpha, representa o quanto do retorno excedente se deve, efetivamente, à gestão. Para o período de quatro anos do Visia Zarathustra FIM, utilizando Ibovespa, dólar e IMA-B como benchmarks se obtém a alpha anualizado de 11.6% (tabela 3). Ou seja, quase todo retorno excedente pode ser explicado pela gestão. A mesma regressão para o IHFA, IFMM e IFMM-A, índices de fundos multi-mercado, obtém-se alphas anualizados baixos e negativos, o que sugere que a gestão tenha sido, em média, prejudicial ao desempenho dos fundos.

Tabela 3: Alpha Visia Zarathustra FIM e de índices de multimercados
pic4mar
IHFA: índice de fundos multimercado da Anbima; IFMM: índice de fundos multimercado do BTG; IFMM-A: índice de fundos multimercado abertos do BTG.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s